Café da manhã ideal controla a vontade de comer doces no final da tarde

Pular o café da manhã não é uma boa ideia. A falta da alimentação matinal também está ligada àquela fome incontrolável no final da tarde, em que é praticamente impossível resistir à tentação de comer doces. Segundo a nutricionista Paola Nunes, da clínica Super Healthy, a primeira refeição do dia também garante a reposição da energia perdida durante o sono. “Para que as funções vitais sejam mantidas enquanto dormimos, o corpo usa o glicogênio (reserva de glicose), que é armazenado no fígado. Temos uma reserva de 12h, mas quando acordamos, o corpo libera uma série de hormônios no organismo e é necessário repor essa glicemia usada. Algumas pessoas que pulam o café da manhã podem ter hipoglicemia, outras já têm aquela fome absurda no final da tarde”, explica. “Aí a pessoa tem vontade de comer doce ou carboidratos brancos, pois o corpo precisa de uma energia rápida”, alerta. Paola explica que o café da manhã ideal precisa conter três grupos alimentares: energéticos, construtores e reguladores. Na prática, segundo Brunna Reis, nutricionista do Dietas Delivery, se transformam em uma fruta, um carboidrato integral (pão integral) e uma proteína magra (queijos magros ou iogurte desnatado, leite desnatado). “Os carboidratos são os energéticos que atuam no controle da glicemia. Os construtores são as proteínas, que são importantes para a manutenção da massa magra, os músculos, além de serem essenciais para o cabelo e unhas. Por fim, vêm os reguladores, que são as frutas, importantes pelas vitaminas e minerais”, explica Paola. Quando se trata de carboidratos, o ideal é optar pelos integrais. “Eles ajudam no controle glicêmico, isso ajuda na prevenção e/ou controle do diabetes, além de controlar o colesterol. E os integrais trazem uma saciedade maior do que os refinados, isso ajuda a controlar a fome durante o dia”, explica Brunna. “Podem ser pães, biscoitos ou bolos integrais”, acrescenta Paola.

Comments are closed.

Scroll to Top